• Semear Consultoria

Impactos da pandemia na agricultura familiar

Atualizado: Set 7



O modelo econômico baseado na agricultura familiar é responsável por sustentar milhões de famílias em todo o Brasil. Empregando mais de 10,1 milhões de pessoas, o setor tem importante papel econômico e social, além de ser fundamental para a produção de alimentos. Com a pandemia do Covid-19, não somente o sistema de saúde foi impactado, como também toda a economia nacional.

Tivemos que nos adaptar a uma nova forma de aprender, trabalhar e realizar tarefas que antes pareciam rotina, como comprar alimentos no mercado. A crise do coronavírus provocou um aumento do desemprego e da desigualdade de renda, afetando o dinamismo da economia e diminuindo o poder de compra dos indivíduos.

Para os produtores rurais, com a pandemia, surgiu também a dificuldade para escoar os alimentos e obter a lucratividade desejada. Em geral, a cadeia de comercialização de produtos provenientes da agricultura familiar é curta, com a oferta presencial em feiras e comércios locais, e com as medidas de enfrentamento à pandemia, esse processo foi dificultado durante o último ano. Ademais, houveram períodos com horários de compra limitados e restrições no número de consumidores nos mercados e restaurantes. Sob essa perspectiva, o setor agrícola - responsável pelo abastecimento interno e exportações - , teve que se adaptar a novos processos de comercialização com o intuito de impedir que os alimentos se acumulem e estraguem.


Algumas das estratégias para superar esse período são conciliar a forma tradicional de comercialização, com as vendas online e entregas, para conseguir novos clientes e espaços.


Devido ao distanciamento social e ao trabalho remoto, muitas famílias passaram a cozinhar em casa, e consumir alimentos mais saudáveis. Nesse sentido, a procura por hortaliças e frutas aumentou durante a pandemia. Assim, entregas a domicílio ou em pontos de retirada tiveram aumento na demanda, e produtores que se adaptaram a esta forma de comercialização conseguiram vender seus produtos dentro do período de validade. Essa é uma das alternativas para enfrentar este momento de desafios que exige soluções inovadoras e criativas de todos os trabalhadores.


Escrito por: Vitória Carolina Fritsch, assessora de recursos humanos Semear Consultoria.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo